Escolas e Universidades

O Museu do Café é um espaço destinado à educação, concebido para receber escolas, universidades, cursos técnicos e grupos.

 

Roteiro Histórico

Propriedade do segundo ciclo do café paulista, a Fazenda São João foi uma das maiores produtoras da região no início do século XX, na época dos “coronéis” e da chamada “Política do Café com Leite”. A fazenda possui um conjunto de prédios antigos e preservados no entorno de sua sede, que são percorridos ao longo do roteiro histórico. Além disso, o percurso foi enriquecido pela exposição de implementos rurais antigos, pela instalação de banners e placas educativas com conteúdo histórico. Todo o patrimônio funcional e histórico ligado à cultura cafeeira foi conservado para o Museu do Café, como:

  • Casa sede
  • Antiga escola da fazenda
  • Terreiros de café
  • Secador
  • Galpões
  • Celeiros
  • Máquina de seleção de grãos de café
  • Equipamentos de plantio e colheita de café
  • Tulha com sistema de trilhos para descarregamento do café
  • Mangueira de lida dos animais (vacas de leite e cavalos)

Algumas das trilhas ecológicas abertas à visitação, a trilha do Monjolo e a trilha do Índio, possuem resquícios da ocupação humana da região. As trilhas têm graus distintos de dificuldades e duração.

Existe também a opção de realização da atividade de contação de estórias no porão da casa sede. Nestas visitas, o personagem “Tião” incorpora um colono que viveu no início do século XX, conta sua experiência de vida e realiza atividades de caça aos sacis. É um roteiro voltado ao público infantil.

 

Roteiro Geográfico-Ambiental  

A Fazenda São João encontra-se em uma localização privilegiada do ponto de vista geográfico e ambiental. Está inserida na cabeceira do Alto Rio Batalha e nela nascem os córregos São João (integralmente) e Lagoa Dourada (parcialmente), dois dos seus principais contribuidores na cabeceira. Essa característica torna a propriedade um ponto estratégico na preservação dos recursos hídricos regionais.

Além disso, a fazenda faz parte de uma importante formação geológica, um conjunto de morros, divisor das águas que vertem para o Rio Batalha (afluente do Tietê) e para o Rio Turvo (afluente do Paranapanema). Esse divisor de águas é conhecido popularmente como Alto Rio Batalha ou Serra da Jacutinga e é classificada como área de proteção ambiental de mananciais.

 

Roteiro Vida na Roça ou Fazendinha

Uma boa parte do patrimônio físico da Fazenda São João fica à disposição do público no roteiro histórico. Os visitantes também têm a opção de solicitar o Roteiro Vida na Roça ou Fazendinha. Neste caso o grupo conhece e experimenta atividades corriqueiras do universo rural.

No roteiro o visitante vai à mangueira, local onde é realizada a lida dos animais de criação, tira leite das vacas, vê galinhas, patos, leitões, dentre outros. A ideia é proporcionar uma reaproximação com a cultura caipira, que vem se perdendo no processo de urbanização brasileiro.

              

Roteiro Biodiversidade ou Animais Silvestres

Desde de 2016 o Museu do Café de Piratininga é uma área de soltura de animais silvestres, uma parceria com a Polícia Ambiental da região de Bauru. Devido ao fato de alguns destes animais não poderem ser soltos, também se tornou fiel depositário de muitos destes animais. Em recintos específicos, ou soltos, estes animais podem ser vistos e manipulados. São aves, serpentes, jabutis, sapos, dentre outros animais da fauna nativos e exóticos que o museu mantém.       

 

Museu do Café de Piratininga/SP | Gálata